sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Vida sem vida

Vida sem vida


Sou uma fonte vazia
Um perfume sem fragrância
Um abraço sem calor
Um amanhecer sem esperança

Sem ti não sou ninguém
Sou um ser que se rasteja
Uma vida que não existe
Que sobrevive de incertezas

 Meu alimento é a dúvida
Minha distração é o pecado
Minha tristeza é muito forte
O meu salário é a morte

Vida sem Deus não é vida
Vida sem Deus é suicídio
É brindar cálice de veneno
Abandonar as rosas....
e mastigar os seus espinhos!

Um comentário:

Juliana Fernandes disse...

Glorias a Deus!
Num dia de estrema angustia..Deus me deu essa poesia..e através disso Deus aliviou meu coração e me fez refletir quem eu estava sendo sem Ele, e então eu retornei ao meu juízo perfeito e retornei a servi-lo e a ama-lo como antes..se você se encontra em uma vida cheia de pecado,e consequentemente fracassos, reflita nessa poesia, pois mitas vezes estamos brindando cálices de veneno e nem percebemos, valorize sua alma enquanto ha tempo

Postar um comentário